O momento em que Frank Lampard mostrou um desportivismo incrível ao impedir um cartão vermelho de ser mostrado ao então adversário Cristiano Ronaldo

Frank Lampard mostrou uma vez um pouco do seu grande espírito de desportivismo para impedir Cristiano Ronaldo de ser expulso numa partida.

GRÁTIS: 25 RODADAS ⤵️
25 RODADAS GRÁTIS
SEM DEPÓSITO
5,0 rating
5.0
Aplicam-se Termos e Condições
Consultar os termos e condições no site da marca.

Em 2009, o Manchester United bateu o Chelsea por 3-0 em Old Trafford, cortesia de Nemanja Vidic, Wayne Rooney e Dimitar Berbatov. A verdade é que apesar da vitória folgada, Cristiano Ronaldo podia mesmo ter sido expulso no final da segunda parte se não fosse Lampard.

Já com um cartão amarelo, Ronaldo fez um corte sobre Lampard mas chegou tarde, sendo que acabou por fazer uma falta nada bonita. Ainda assim, o português acabou por levantar Lampard e Howard Webb, o árbitro, parecia mesmo que se estava a preparar para expulsar Ronaldo…

No entanto, o antigo extremo do Sporting CP não viu um segundo cartão amarelo e bem, muito devido a Frank Lampard.

Embora o desarme o tenha magoado minimamente, ele não fez teatro nem sequer tentou fazer com que o seu adversário fosse expulso. Em vez disso, levantou-se num rápido, abraçou Ronaldo e pareceu ter uma palavra rápida com Webb, o árbitro.

Viu-se como Ronaldo ficou grato pela integridade e desportivismo de Lampard. Com o resultado em 2-0 para o United no momento, um cartão vermelho no minuto 73 poderia ter feito o Chelsea voltar ao jogo, mas Lampard optou por não seguir por esse caminho.

Berbatov fechou então o resultado aos 87 minutos.

Este encontro ek particular entre o Chelsea e o United em Old Trafford é também recordado por uma genial rotina de pontapés de canto que viu um cabeceamento de Ronaldo ser anulado erradamente:

O que dizer?

INFORMAÇÃO DESPORTIVA
© Copyright 2020 desporto365.com | Contacto: fdm.mediapt[at]gmail.com | Política de Privacidade