GRÁTIS, S/ DEPÓSITO ⤵️
100 JOGADAS GRÁTIS
BÓNUS REGISTO
5,0 rating
5.0
Aplicam-se Termos e Condições
Consultar os termos e condições no site da marca.
 

Bruno Fernandes nem sequer parecia um futebolista quando chegou à equipa italiana do Novara Calcio, de acordo com o seu antigo treinador.

Mauro Borghetti trouxe o talentoso médio português do Boavista para a Serie B por uma valor de apenas 40 mil euros no verão de 2012.

Bruno Fernandes, que tinha passado a maior parte da sua carreira juvenil no Estádio da Várzea, foi atirado para as camadas jovens do Novara por Borghetti e pela sua equipa técnica.

A verdade é que depois de apenas algumas semanas a jogar pelas camadas jovens, o talento de Fernandes estava à vista de todos e ele foi rapidamente promovido para a equipa A, onde rapidamente causou uma enorme impressão.

No entanto, segundo Borghetti, o médio não se parecia com o seu típico jogador de futebol.

Numa entrevista dada ao jornal italiano Gazzetta, o homem de 52 anos descreveu um Bruno como “humilde” e “nunca banal”, antes de salientar que amadureceu mais tarde do que a maioria:

“Quando chegou, nem sequer parecia um jogador de futebol”, acrescentou ele.

O antigo treinador de Bruno Fernandes no Novara Calcio acredita que foi a sua ética de trabalho e o seu comportamento geral que o fez destacar-se entre os demais.

“Acima de tudo, ele tinha uma grande personalidade, que é o que o distingue agora que está a jogar futebol ao mais alto nível”, disse Borghetti à Football Italia.

“Tanto quanto sei, éramos o único clube que o queria contratar na altura e ele aceitou imediatamente a nossa oferta. Ele trabalhou arduamente, tentando aprender imediatamente italiano, juntou-se ao grupo e foi imediatamente acolhido porque foi capaz de estabelecer boas relações com os seus companheiros de equipa. Ele tinha excelentes relações com todas as figuras dentro de Novarello”.

Borghetti continuou: “Por vezes, a mãe ou a namorada dele vinham visitá-lo. Ele era uma pessoa com alguma profundidade. A notoriedade e a celebridade não o mudaram. As suas capacidades são principalmente técnicas e mentais. Ele deve ter trabalhado nas suas capacidades físicas, que eram as únicas coisas abaixo da média, mas não de um ponto de vista atlético, porque ele sempre teve resistência e capacidades aeróbicas. Falo da sua estrutura. Ele fez 18 anos durante a temporada que passou no Novara e agora melhorou a sua estrutura física”.

O adolescente acabou por ser depois contratado pela Udinese da Série A, apenas um ano após a sua chegada ao Novara, e o seu valor continuou a aumentar.

A evolução é notória.

INFORMAÇÃO DESPORTIVA
© Copyright 2020 desporto365.com | Contacto: fdm.mediapt[at]gmail.com | Política de Privacidade