Ele cresceu na cidade de Gondomar e desde cedo que idolatra Cristiano Ronaldo, tal como muitos aspirantes a futebolistas. A verdade é que com apenas 15 anos de idade, Fábio Silva foi comparado a Cristiano e bem, o tempo passou mas a promessa continua não desvaneceu.

APOSTAS: 5€GRÁTIS ⤵️
5€ FREEBET
GRÁTIS NO REGISTO
5,0 rating
5.0
Aplicam-se Termos e Condições
Consultar os termos e condições no site da marca.

Foi a semanas de começar o Mundial de 2018 que o ex-jogador do Boavista e da selecção nacional Jorge Silva estava a ver um segmento na SIC Notícias sobre os melhores e mais marcantes jogadores da nação quando a certo ponto, Manuel Fernandes, muito conhecido pelo percurso feito no Sporting, mencionou o nome do seu filho.

“Quando Ronaldo tinha 17 anos, ele jogava a avançado nas camadas jovens do Sporting. Eu vi-o a fazer coisas que vejo agora um jovem do FC Porto a fazer: Fábio Silva. Ele vai ser um grande jogador. Em pouco tempo, vai ser um avançado extraordinário”, disse Manuel Fernandes.

Foi um momento “espectacular”, de acordo com Jorge, e o próprio Fábio ficou “incrédulo” e “de boca aberta” com o que disseram dele na televisão nesse dia. Afinal de contas, depois de o ter como ídolo, Fábio foi comparado ao vencedor da Bola de Ouro por cinco ocasiões.

Hoje, a maturidade e humildade de Fábio é realmente qualquer coisa. A comparação com Cristiano foi muito bem-vinda mas ele sabe que este é apenas o começo da sua jornada no mundo do futebol.

“Ele é uma absoluta inspiração e como um jovem jogador, é muito importante ter um exemplo a seguir como o Cristiano. Mas também é sinal de responsabilidade e da confiança que as pessoas têm em mim. Depois de ter ouvido alguns comentários de antigos jogadores, é mais uma motivação para escrever a minha própria história”, disse o jogador.

Ele tornou-se no jogador mais novo de sempre a actuar na Primeira Liga, depois de ter jogado nos últimos 11 minutos frente ao Gil Vicente na temporada passada e rapidamente se tornou no titular mais jovem de sempre na história do FC Porto, com 17 anos de idade, 2 meses e 7 dias no jogo que opôs o Porto ao Santa Clara em setembro de 2019.

O jovem também já tinha feito história ao tornar-se no jogador mais novo de sempre a facturar na Primeira Liga, com 17 anos e 3 meses de idade, batendo o recorde que pertencia antes a Rúben Neves.

Foi o começo perfeito pela equipa principal do FC Porto mas bem, tudo isto não é surpresa para quem já o conhecia, sendo que nos sub-17, o jogador já tinha alcançado a marca de 31 golos em 33 jogos.

Depois, já nos sub-19, alcançou o prémio de melhor marcador do campeonato, com 33 golos em 39 jogos. O talento de 18 anos de idade começa agora a ganhar reputação em Portugal, não só pelo talento mas também pela sua incrível ética de trabalho.

Lembra-vos alguém?

Com apenas 8 de idade, ele foi descoberto por olheiros mas dois anos antes, o seu treinador, Pedro Fonseca, já tinha constatado que havia ali uma mentalidade que o diferenciava.

“Constatei que havia ali qualquer coisa especial, especialmente na relação que tinha com a bola2, disse Fonseca no programa Mais Futebol.

“Ele tinha uma dificuldade…odiava perder. Ele castigava-se quando perdia. Às vezes fazíamos exercícios naturais de técnica naquela idade e ele aborrecia-se. Porquê? Era muito fácil para ele”, disse.

Enquanto continuava a impressionar, Silva decidiu sair do Porto no ano de 2015 para rumar ao Benfica. Ele passou dois anos muito produtivos por lá e em 2017, já com alguns clubes europeus atentos ao seu trabalho, decidiu voltar ao seu clube antigo.

No último ano, Silva assinou inclusive um contrato com o FC Porto onde firmou a sua cláusula de rescisão nos 125 milhões de euros, a maior da história da Primeira Liga.

“Foi importante porque reforçou a confiança que o clube deposita em mim”, disse Silva aquando da assinatura do novo contrato. “Eu não estou preocupado com a cláusula em si porque sei como é o futebol moderno e é algo que não me afecta ou me preocupa. O meu único foco é trabalhar todos os dias para ser melhor e corresponder às expectativas”, concluiu.

Uma coisa é certa: ele tem tudo o que é necessário para singrar.

Veremos o que reserva o futuro para Fábio.

INFORMAÇÃO DESPORTIVA
© Copyright 2020 desporto365.com | Contacto: fdm.mediapt[at]gmail.com | Política de Privacidade