Sérgio Conceição: "O que aconteceu na Academia do Sporting foi repugnante"

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, concedeu uma entrevista ao Porto Canal, onde comentou o momento de crise que está a acontecer no Sporting.

O técnico criticou o grupo de adeptos que invadiu a Academia de Alcochete, agredindo jogadores e treinadores, e considerou que estes ataques não dignificam o futebol.

“É de lamentar, foi algo de tão baixo nível, tão repugnante que nem sei o que dizer. Os treinadores têm família. E independentemente da boa ou má prestação, há uma vida para lá desta paixão o futebol”, disse Conceição, antes de revelar que enviou uma mensagem a Jorge Jesus para saber do estado de saúde do treinador do Sporting:

“Senti-me muito mal ao ver determinadas imagens. Mexeu comigo e por isso mandei uma mensagem ao Jorge Jesus, preocupado com o estado de saúde dele.”

   

Conceição disse ainda que ficou “contente”, mas também “supreendido”, por Rui Vitória, treinador do Benfica, não o ter felicitado após a conquista do título de campeão nacional.

“Fiquei contente, é uma novidade que tenho de dar. Prefiro alguém que me dê os parabéns de forma natural, que venha de dentro, do coração, do que de forma hipócrita. Jorge Jesus estava triste por não ter ganho o Campeonato e ligou-me a dar os parabéns”, começou por dizer.

“Surpreendeu-me a coerência entre  o discurso e o sentimento. Noutras situações, se calhar, a incoerência comandou os discursos de Rui Vitória. É-me indiferente. Tomei nota, só”, acrescentou.

O treinador do FC Porto criticou ainda a forma como o Paços de Ferreira jogou contra os portistas, num encontro em que os pacenses acabariam por vencer.

“Naquele jogo, o Paços de Ferreira fez um jogo que não foi limpo. Criticou-me por estar a olhar para ele e se calhar estava porque ele estava a dizer para os jogadores deitarem-se no chão… Agora, com certeza, ele não teve a atenção que devia nos treinos para manter o Paços de Ferreira na Primeira Liga”, atirou.

Apesar das críticas, Conceição reiterou que espera que o Paços de Ferreira regresse rapidamente à Primeira Liga.

“Atenção, espero que o Paços de Ferreira volte já na próxima época, até porque conheço e sou amigo dos presidentes do clube e da sociedade”, finalizou.

   

Fonte: SAPO Desporto


 

 

GNR não conseguiu deter os líderes do ataque à Academia do Sporting

André Geraldes acusado de 18 crimes de corrupção