Paulo Gonçalves começa Desafio Inca com sétimo lugar na primeira etapa

 O ‘motard’ português Paulo Gonçalves (Honda) começou hoje com um sétimo lugar a participação no Desafio Inca, no Peru, na primeira especial.

O piloto da Honda sentiu algumas dificuldades de navegação e perdeu algum tempo ainda nos primeiros quilómetros, na região de Ica.

“Começámos hoje este importante teste para o Dakar. Foi um dia 100% de dunas, com 350 quilómetros de especial, em duas voltas, com muitas dunas. Ao quilómetro 60, (havia) um ‘way point’ (ponto de passagem obrigatória) que nos causou bastantes dificuldades. Perdemos bastante tempo a encontrá-lo, mas o objetivo é conhecer a área a pensar no próximo Dakar. Por isso, o balanço é positivo”, explicou à agência Lusa o piloto de Esposende.

Toby Price, em KTM, foi o mais rápido da tirada, com o tempo de 4:10.19 horas. Paulo Gonçalves gastou mais 4.30 minutos.

No sábado, disputa-se a segunda etapa, com partida e chegada no mesmo local, na região de Ica.

O Desafio Inca é uma prova pontuável para as Dakar Series, de preparação do rali Dakar, que decorre em janeiro, no Peru. Tem três etapas, num total de 900 quilómetros.

Este artigo foi publicado originalmente no SAPO Desporto


 

 

Sérgio Conceição critica Vítor Ferreira: "Um árbitro com pouca confiança, pouco caráter e até algum receio"

Cinco futebolistas lusos do Stumbras desmentem Sindicato dos Jogadores