Líder PSG cede segundo empate consecutivo na Liga francesa

O Paris Saint-Germain cedeu hoje o segundo empate consecutivo na I Liga francesa de futebol, à 16ª jornada, em Estrasburgo (1-1), o que não belisca minimamente a sua confortável liderança, com mais 14 pontos do que o Lille.

A equipa da capital francesa, que já empatara na ronda anterior, em Bordéus (2-2), esteve a perder por 1-0 desde os 41 minutos, quando Kenny Lala abriu o marcador, de penálti, até aos 71, altura em que o internacional uruguaio Edinson Cavani restabeleceu o empate, também na execução de um castigo máximo.

De salientar que o brasileiro Neymar nem convocado foi, devido a lesão, e o treinador alemão Thomas Tuchel só recorreu a Kylian Mbappé a seguir ao intervalo, sacrificando Stanley Nsoki, quando a equipa já estava em desvantagem.

No entanto, não foi suficiente para o PSG dar a volta ao resultado, apenas para chegar ao empate, o segundo consecutivo, e os dois únicos que o campeão francês regista, depois de 14 vitórias seguidas, que lhe dão a liderança, com 44 pontos, mais 14 do que o Lille, que é segundo, 15 do que o Montpellier, terceiro, e 16 face ao Lyon, o quarto.

O Lyon protagonizou a surpresa da jornada, ao perder em casa frente ao Rennes, por 2-0, enjeitando a oportunidade de subir ao segundo lugar, isolado, o que teria acontecido em caso de vitória.

O guarda-redes português Anthony Lopes defendeu durante os 90 minutos a baliza do Lyon.

Nos restantes jogos de hoje da 16.ª jornada, o Bordéus superou em casa o Saint-Étiénne, por 3-2, o Nimes, que subiu esta época à I Liga e que está num surpreendente oitavo lugar, foi a Caen vencer por 2-1, o Dijon derrotou o ‘lanterna vermelha’ Guingamp pelo mesmo resultado, deixando os lugares de despromoção, e o Reims deixou-se bater em casa pelo Toulouse, por 1-0.

Por seu lado, o Nantes fez valer o fator casa para derrotar o Marselha, por 3-2, com o central português Rolando a jogar os 90 minutos no eixo da defesa marselhesa, ele que regressou há poucas semanas de uma grave lesão que o manteve afastado largos meses dos relvados.

Este artigo foi publicado originalmente no SAPO Desporto


 

 

Liverpool vence Burnley por 3-1e continua na perseguição ao Manchester City

Vítor Oliveira: "No primeiro golo há fora de jogo e no segundo há falta sobre o nosso médio"