José Eduardo Moniz: "Para descansar as mentes doentias: Não alimento a ambição de ser presidente do Benfica"

O vice-presidente do Benfica, José Eduardo Moniz, recorreu esta quinta-feira à sua conta pessoal do Facebook para esclarecer as suas declarações à revista Sábado sobre a última conferência de Luís Filipe Vieira em que o líder dos ‘encarnados’ justificou as razões que o levaram a recuar na decisão de despedir Rui Vitória.

“Anda por aí alguma gentinha tentando ver em declarações que fiz, enquanto jornalista, intenções e propósitos relativamente ao Benfica, que não têm pés nem cabeça”, começa por escrever José Eduardo Moniz.

“Para descansar os incautos e as mentes doentias, esclareço já que não alimento a ambição de ser presidente do clube, que reafirmo que o Benfica deve muito a Luís Filipe Vieira e que ele sabe bem que tudo farei para que o clima de tranquilidade e estabilidade, que sempre defendi, se mantenha. Só assim atingiremos os nossos objectivos”, acrescentou o dirigente do Benfica.

“Descansem que não será do meu lado que se abrirão fracturas no Benfica. Nem sequer percebo as razões para tanto histerismo nem o aproveitamento que querem fazer do que afirmo enquanto jornalista de profissão”, sentenciou José Eduardo Moniz.

Este artigo foi publicado originalmente no SAPO Desporto


 

 

Génova eliminado da Taça de Itália pelo Entella, do terceiro escalão

FIFA e equipa australiana pedem libertação de futebolista detido na Tailândia