Jogadores do Sporting podem avançar com rescisões após a Taça de Portugal

O jornal A Bola escreve esta sexta-feira que os jogadores do Sporting podem avançar com o pedido de rescisão unilateral do contrato após a final da Taça de Portugal, marcada para o próximo domingo, no estádio do Jamor, frente ao Desportivo das Aves.

O desportivo garante que os atletas continuam muito perturbados com tudo o que aconteceu na tarde da passada terça-feira.

Antes do primeiro treino para a final da Taça de Portugal, em que o Sporting defronta o Desportivo das Aves, a equipa de futebol foi atacada na Academia de Alcochete, por um grupo de cerca de 50 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos e jogadores.

Após a final da Taça de Portugal, na qual continuam muito focados, cada um dos atletas irá decidir o que quer fazer, sendo que muitos deles já terão falado com os respetivos agentes, no sentido de agilizarem rapidamente o processo de saída de Alvalade.

A mesma publicação garante que os jogadores admitem continuar no clube se Bruno de Carvalho deixar a presidência, algo que pode estar longe de acontecer uma vez que o dirigente garantiu que não se vai demitir.

   

Este artigo foi publicado originalmente no SAPO Desporto


 

 

Regularidade ao longo da época é o segredo do Mafra para subir de divisão

Equipa do Sporting prepara final do Jamor à distância