Cristiano Ronaldo admite declarar-se culpado e pagar 14 milhões de euros

A imprensa espanhola dá conta esta sexta-feira de que o caso que opõe o Fisco espanhol a Cristiano Ronaldo, onde o CR7 é acusado de uma alegada fraude fiscal que envolve impostos relativos à exploração dos direitos de imagem, pode estar próximo de se encerrado.

O jornal ‘El Mundo’ escreve que o internacional português apresentou uma proposta junto do Ministério das Finanças espanhol em que admite declarar-se culpado dos quatro delitos fiscais de que é acusado e pagar uma multa de 14 milhões de euros, valor próximo dos 14,7 milhões que o Estado espanhol exige receber pela fuga ao Fisco entre 2011 e 2014.

O Fisco espanhol tem exigido o pagamento de uma multa de cerca de 30 milhões de euros, valor que Cristiano Ronaldo não está disposto a pagar. Neste momento, as autoridades fiscais espanholas estão a analisar a proposta apresentada pelo jogador do Real Madrid.

O ‘El Mundo’ adianta ainda que caso ambas as partes não cheguem a acord oe CR7 acabe por ser condenado pela fraude fiscal, a multa a pagar pode ser até seis vezes superior  à verba defraudada, ou seja, cerca de 100 milhões de euros.

   

Este artigo foi publicado originalmente no SAPO Desporto


 

 

A lapa

Regularidade ao longo da época é o segredo do Mafra para subir de divisão