Bruno de Carvalho e Carlos Vieira não vão poder ir a eleições no Sporting

A Tribuna Expresso avança esta quinta-feira que Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, antigo vice-presidente do clube de Alvalade, deverão ser impedidos de se candidatarem às eleições para a presidência do Sporting no dia 8 de setembro.

Segundo a mesma fonte, a Comissão de Fiscalização deverá confirmar na próxima semana – até 21 de julho – a suspensão dos membros do antigo Conselho Diretivo dos ‘leões’, organismo que vai ser ouvido durante esta semana.

Apesar de Bruno de Carvalho ter respondido à nota de culpa do processo disciplinar em curso já fora do prazo limite, a Comissão de Fiscalização mostrou-se “disponível para ouvir a defesa” de todos os membros destituídos e que neste momento estão suspensos provisoriamente.

Os sócios alvos desta suspensão incorrem em sanções que vão da admoestação à expulsão de sócio do Sporting Clube de Portugal, e ainda a suspensão temporária de um mês a oito anos.

Fonte próxima Comissão de Fiscalização adiantou à Tribuna Expresso que embora “exista sensibilidade para evitar a expulsão dos visados”, dificilmente os processados “irão escapar a uma sanção significativa”, dadas as razões invocadas no requerimento que ditou a abertura do processo disciplinar.

Na nota de culpa constam ilícitos disciplinares graves, como a própria subsistência do clube, usurpação de funções, desconvocação da Assembleia Geral de 23 de junho à revelia de decisões judiciais e a nomeação de uma nova Mesa da Assembleia Geral.

A mesma publicação acrescenta que mesmo que a Comissão de Fiscalização opte pela suspensão menos pesada – um mês, Bruno de Carvalho e Carlos Vieira ficariam impedidos de se candidatarem, uma vez que o prazo para apresentação de listas de candidatura termina a 8 de agosto, um mês antes do ato eleitoral.

Este artigo foi publicado originalmente no SAPO Desporto


 

 

Camisola da Juventus assinada por Ronaldo foi roubada e já vale uma fortuna

Ronaldo enviou uma carta ao programa 'El Chiringuito': "Agradeço a todos os que me criticaram porque com tudo se aprende"